Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Morre aos 72 anos, técnico campeão do mundo com o Grêmio Valdir Espinosa

27/02/2020

Campeão do Mundo e da Libertadores com o Grêmio em 1983, treinador estava internado em hospital no Rio de Janeiro | Foto: Guilherme Testa | CP

 

O técnico Valdir Espinosa morreu aos 72 anos, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira. Ele havia sido internado para uma cirurgia na região do abdômen, e não conseguiu se recuperar. Treinador campeão da Libertadores e do Mundo com o Grêmio em 1983, ele estava trabalhando como coordenador técnico do Botafogo, até se licenciar por problemas de saúde.  

 

Espinosa teve uma longa e vitoriosa história ligada ao Grêmio. Foi lateral direito do Tricolor entre 1970 e 1973, depois passou pelo CSA, Esportivo, de Bento Gonçalves e Vitória. Ao sair do clube baiano, em 1979, assumiu como técnico do Esportivo. Antes de voltar ao Grêmio no comando técnico, passou pelo Ceará e Londrina.

 

Em 1982, chegou ao Tricolor gaúcho e participou da montagem de um dos maiores times da história do clube. No ano seguinte, conquistou a Copa Libertadores da América e o Mundial. Em 1984, partiu para a primeira experiência no exterior e treinou o Al-Hilal, Arábia Saudita. Dois anos depois, voltou ao Grêmio e conquistou o Campeonato Gaúcho.

 

O técnico Valdir Espinosa morreu aos 72 anos, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira. Ele havia sido internado para uma cirurgia na região do abdômen, e não conseguiu se recuperar. Treinador campeão da Libertadores e do Mundo com o Grêmio em 1983, ele estava trabalhando como coordenador técnico do Botafogo, até se licenciar por problemas de saúde.  

 

Histórico

 

Espinosa teve uma longa e vitoriosa história ligada ao Grêmio. Foi lateral direito do Tricolor entre 1970 e 1973, depois passou pelo CSA, Esportivo, de Bento Gonçalves e Vitória. Ao sair do clube baiano, em 1979, assumiu como técnico do Esportivo. Antes de voltar ao Grêmio no comando técnico, passou pelo Ceará e Londrina.

Em 1982, chegou ao Tricolor gaúcho e participou da montagem de um dos maiores times da história do clube. No ano seguinte, conquistou a Copa Libertadores da América e o Mundial. Em 1984, partiu para a primeira experiência no exterior e treinou o Al-Hilal, Arábia Saudita. Dois anos depois, voltou ao Grêmio e conquistou o Campeonato Gaúcho.

 

Saiba mais

 

O velório de Valdir Espinosa será nesta quinta-feira, de 15h às 22h, no Salão Nobre de General Severiano, sede do Botafogo, no Rio de Janeiro. Ainda não há informações sobre o sepultamento. 

 

Fonte: Correio do Povo

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload