Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Faturamentos dos taxistas da Cinco Esquinas caiu 50% com construção da rotatória

26/02/2020

 Fechamento da intersecção vem prejudicando comércio e prestadores de serviço da região | Foto: AN

 

A construção da polêmica rotatória na intersecção da Cinco Esquinas iniciou no último dia 03/02, com a interrupção do tráfego de veículos no local. Desde então parte do comércio e dos prestadores de serviço da região vem apresentando quedas no faturamento, uma das classes mais prejudicadas é a dos taxistas, que afirmam ter uma queda de 50% do faturamento nas últimas semanas. “Desde o início da construção desta rotatória, existia uma promessa de que dois dos táxis desta praça, seriam transferidos para a praça da Honorato, já que lá nos horários de pico faltam veículos. Porém até o momento a promessa não foi cumprida. Nos últimos 15 dias nosso faturamento caiu 50%”, afirmou um taxista que preferiu não se identificar.

 

“Faltou planejamento na construção desta rotatória, todo o comércio da região foi prejudicado, posto de gasolina, farmácia, restaurante, veterinária, floricultura entre outros. Acredito que alguns empresários possam apresentar dificuldades para pagar sua folha. Quem vai pagar este prejuízo? A Prefeitura?”, questionou o taxista.

 

Comércio também reclama

 

Um comerciante da região que também preferiu não se identificar informou que o faturamento do seu comércio decaiu 30%, já que com as obras, seus clientes não encontram uma forma de acessar sua loja e consequentemente acabam por procurar a concorrência.

 

“Nossos clientes estão procurando a concorrência, já que a construção da rotatória praticamente inviabilizou o acesso dos clientes até a loja. Nosso faturamento caiu 30% nos últimos 15 dias. Será que existia a necessidade da construção desta rotatória? A cidade enfrenta diversas dificuldades, falta de empregos e etc. Não estamos vendo a preocupação da atual gestão em resolver estes problemas, apenas criaram mais um”, cobrou o comerciante.

 

Demora

 

Outro problema que foi levantado pelos comerciantes da região é a grande demora para a conclusão da obra, já que o planejamento inicial divulgado pelo executivo previa uma conclusão em 15 dias após o início das obras. “As obras ficaram paradas praticamente por uma semana devido a falta de asfalto na refinaria. Desde o início da obra já era para esse asfalto estar à disposição. Este mês vamos fechar no prejuízo, apenas por falta de planejamento de quem realiza a obra”, afirmou o comerciante.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload