Direita Cachoeira prepara evento em apoio ao governo Bolsonaro

26/02/2020

 Expectativa dos organizadores é a presença de 200 pessoas na manifestação | Foto: Divulgação

 

O Movimento Direita Cachoeira está organizando para o próximo domingo, 15/03, na Praça Honorato de Souza Santos, no Centro de Cachoeira do Sul, em apoio ao Governo Bolsonaro. O ato é uma manifestação pacífica que busca apoiar as decisões e projetos do presidente Jair Bolsonaro, que estão sendo trancados pelo Congresso Nacional.

 

"O evento se originou após o chamamento do ministro General Heleno, contra as chantagens feitas pelo Congresso ao Governo Bolsonaro", destaca o líder do evento Felipe Faller.

 

"O movimento é apartidário, um caminhão som estará fazendo apoio a manifestação, e contará com a participação de oradores de fora do município, após o microfone estará aberto para todos participantes que estejam dispostos a apoiar a pauta", conclui Faller.

 

Confira os principais pontos da manifestação que possuem o apoio do Movimento Direita Cachoeira:

  • Cobrança contra as decisões do presidente da Câmara Rodrigo Maia

  • Cobrança contra o travamento de pautas do Governo

  • Cobrança por projetos do Governo não votados

  • Apoio as MPs enviadas a Câmara dos Deputados

  • Prisão em segunda instância

  • MP da ID Estudantil

Saiba mais

 

Faller ressalta que dois pontos são primordiais durante a manifestação, a ID Estudantil e a prisão em segunda instância. "São duas das nossas maiores preocupações", ressalta.  A medida provisória que criou a carteirinha estudantil do Ministério da Educação (MEC), chamada de ID Estudantil, perdeu a validade no último dia 16/02, porque o tema não entrou em votação no Congresso. Entretanto, quem tirou a carteirinha poderá continuar usando até dezembro – como a MP tem efeito imediato, quem fez o documento tem o respaldo de que ela estava vigente quando foi emitida. O documento dá acesso à meia-entrada em eventos culturais e esportivos.

 

Já a prisão em segunda instância concebida inicialmente para restabelecer a regra sobre prisão após segunda instância, derrubada por um novo entendimento do Supremo Tribunal Federal, a proposta de emenda à Constituição está tramitando na Câmara e pode estender a execução da pena em segundo grau da esfera criminal para outros ramos do Direito: cível, tributário e até trabalhista.

 

"O ato não usufrui de dinheiro público, está sendo realizado com a ajuda de todos os membros do Movimento Direita Cachoeira. Nosso objetivo é trabalhar por um Brasil melhor", destaca Faller.

 

Importante: Serão permitidas bandeiras do Brasil e camisetas verde amarelas, pró-Bolsonaro. Não serão permitidas camisetas e bandeiras ligadas a partidos políticos.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload

CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL
(51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
(51) 9-9745-8687
redacao@
portalanoticia.com.br
comercial@portalanoticia.com.br
administrativo@portalanoticia.
com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia