Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

PSOL: O pequeno que promete incomodar em 2020

19/02/2020

 Sigla irá lançar nome para o Executivo nas eleições municipais deste ano | Foto: Divulgação

 

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) é um partido que foi fundado em junho de 2004. A sigla obteve registro definitivo na Justiça Eleitoral no dia 15 de setembro de 2005. O espectro político do PSOL é definido como de esquerda à extrema-esquerda, defendendo o socialismo democrático.

 

Sua criação foi impulsionada por dissidências do Partido dos Trabalhadores (PT) que alegavam discordar das políticas do partido. O PSOL é tido como um partido de esquerda ampla, pois, não funcionando por centralismo democrático, agrega diversas correntes internas desde reformistas até revolucionárias.

 

Em Cachoeira

 

O partido tem sido muito combativo em Cachoeira do Sul, desde 2018, uma das principais bandeiras da sigla é o transporte coletivo no município. O presidente municipal Cristiano Pontes irá levar a pauta para a Deputada Estadual Luciana Genro (PSOL) debater junto a Assembleia Legislativa gaúcha.

 

Apesar de não figurar com pré-candidatos, a sigla vem sendo citada constantemente pelas rodas políticas, sendo uma das grandes apostas para o pleito.

 

“Apesar de ser uma equipe de trabalho pequena, na última eleição em 2018, fizemos uma boa votação na cidade. Para 2020, vamos buscar novas ideias, estamos em fase de diálogos”, destaca Pontes.

 

Lideranças

 

O PSOL tem nomes de peso como o “Brizolista” Pedro Ruas, um dos fundadores do PDT, que também ajudou a fundar o PSOL. Ruas já foi o vereador mais votado de Porto Alegre em 2012, primeiro deputado da sigla no RS, e um dos mais atuantes da legislatura contra o governo de Sartori.

 

Luciana Genro, expulsa do PT, também é fundadora do partido, ex-deputada federal, foi candidata à presidência da República em 2014.

 

A jovem Fernanda Melchionna, também foi vereadora mais votada de Porto Alegre em 2016, sendo eleita deputada federal em 2018, atualmente é a líder do partido na Câmara Federal, e possível nome a Prefeitura de Porto Alegre.

"Somos um partido construído com muita força e muita luta, neste pleito vamos trabalhar forte para deixar muitos outros para trás", afirmou Pontes.

 

Histórico

 

O partido mesmo com poucos recursos consegue fazer frente aos médios e grandes dentro do município. Em 2018, a sigla surpreendeu com uma boa votação para seus candidatos.

 

Votação em Cachoeira em 2018:

  • Pedro Ruas 310 votos – Deputado Estadual (12º mais votado – não eleito)

  • Luciana Genro 498 votos – Deputada Estadual (eleita)

  • Fernanda Melchionna 364 votos – Deputada Federal (eleita)

     

     

     

     

     

     

     

     

     

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload