R Saldanha Marinho 1365 - Centro - Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9908-6864
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: admministrativo@@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Fepam inicia monitoramento da qualidade das águas de praias gaúchas

16/11/2019

O Departamento de Qualidade Ambiental da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) inicia no domingo, 17/11, o Projeto Balneabilidade. O monitoramento da qualidade das águas dos balneários e praias gaúchas será realizado em pontos de 43 municípios dos litorais Norte, Médio e Sul e das regiões hidrográficas do Guaíba e do Uruguai.

 

Os resultados serão disponibilizados todas as sextas-feiras, entre 20 de dezembro e 28 de fevereiro, por meio da página da Fepam, redes sociais, site Sistema de Balneabilidade – Baln e do web aplicativo. Os banhistas que acessarem o sistema devem ficar atentos aos símbolos que indicam se a água está própria ou não para banho.

 

Para analisar as condições bacteriológicas nas praias e balneários, é utilizado o parâmetro da bactéria Escherichia coli. Sua presença sugere a possibilidade de haver, naquele local, micro-organismos intestinais capazes de provocar doenças.

Nos balneários de Pelotas, de Tapes e na Lagoa do Peixoto, em Osório, é realizada também a contagem de cianobactérias, organismos potencialmente produtores de toxinas que podem levar a intoxicações agudas ou crônicas.

Nos balneários de água salgada do Litoral Norte, as coletas e análises são feitas pela Fepam (31 pontos), nos balneários da Praia do Laranjal pelo Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (Sanep – 10 pontos), e pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan – 51 pontos) nos demais balneários do Estado.

Projeto Balneabilidade

A Fepam realiza o Projeto Balneabilidade desde o verão de 1979/1980, divulgando aos veranistas informações sobre as condições da qualidade das águas das praias litorâneas, lagunares e de rios do Rio Grande do Sul.

Para facilitar a comunicação, foi desenvolvido, com apoio da Procergs e do Corpo de Bombeiros, o site Sistema de Balneabilidade – Baln e o web aplicativo. O serviço pode ser acessado através dos sistemas Android e iOs e, para obter o ícone de atalho na tela do smartphone ou tablet, basta acessar o site.

No site e aplicativo também são disponibilizadas informações sobre previsão do tempo e condições de segurança para banho.

 

 Foto: Divulgação

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload