Rua Saldanha Marinho, 1365, Bairro Centro - Cachoeira do Sul - RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 99908-6864
Comercial: comercial.portalanoticia@gmail.com
Redação: redacao.portalanoticia@gmail.com
Administrativo: adm.portalanoticia@gmail.com
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Braiam d’ Odé e a origem do Batuque

09/11/2019

 Foto: Divulgação

 

O Babalorixá cachoeirense Braiam d’ Odé conta um pouco sobre o surgimento do Batuque – Culto aos Orixás.  “Surgindo nas senzalas das estâncias do Estado, nascido da preservação daquilo a que o negro se agarrava para resistir ao duro período da escravidão: a sua fé. Eles não abandonaram os seus deuses, quando foram arrancados de suas terras e trazidos para muito além do mar, para trabalharem forçados. Esses deuses não haveriam de lhe abandonar. Desta fé nasceu o Batuque, o culto dos orixás aqui no Sul. É esse o nome mesmo, pode repetir à vontade, não nos ofende. Muito pelo contrário”, destaca o Babalorixá.

 

Origem

 

“Está escutando esse som vindo lá da senzala? – dizia o senhor, lá da casa grande. Sim, essa é a batucada dos negros. Não consigo dormir com esse batuque!” Mesmo antes do fim da escravidão já era possível ouvir seus tambores “batucando”. Por isso o nome – Batuque”, conta Braiam d’ Odé.

 

Religião

 

“Somos uma religião que cultua basicamente doze orixás, ligados às forças da natureza e setores da vida humana. São eles:  Bará, Ogun, Oya, Xangô, Odé e Otim, Ossanha, Obá, Xapanã, Oxum, Yemanjá e Oxalá. A maioria deles é subdividida em qualidades ou caminhos, que se distinguem na sua feitura e na sua área de atuação”, conclui.

 

"Por fim, o Batuque como religião é dividido em Nações, que são alusões a regiões da África de onde foram trazidos seus fundadores. O batuque é, ao mesmo tempo, plural e singular. É diverso dentro de si, com muitas peculiaridades para cada nação ou família, mas singular quando observado que todos somos similares perante outras diásporas. As principais nações do batuque hoje são: Jeje, Cabinda, Ijexá, Nagô e o Oyo. Ainda temos algumas fusões dessas nações como o jeje ijexá, Nago e jeje e o oyó ijexá dentre outras. Recebi meu apronte de Orixá e meus axés do Babalorixá Junior d'Bara da cidade de Canoas nossa nação é a Cabinda", concluiu.

 

Saiba mais

 

O Babalorixá Braiam d’ Odé oferece ensinamentos e aconselhamentos dos orixás através do Jogo de Búzios, Limpeza Espiritual (pessoal, residencial, comercial e segurança no final de ano), trabalhos para saúde, amor, abertura de caminhos e todos os fins.

 

Importante: Na Quimbanda, Braiam d’ Odé realiza Jogo de Cartas e consultas com senhor Exú Cigano das Almas, para trabalhos de todos os fins.

 

Atendimento: Agende seu horário através do telefone/whatsapp (51) 99722-0112.

Endereço: Rua General Osório, 2438, Centro de Cachoeira do Sul.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload