Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Paixão quer utilizar pneus usados para construção de fossas sépticas

30/08/2019

O vereador Luís Paixão (PP) apresentou na sessão da Câmara desta segunda-feira, 26/8, a indicação Nº 779/2019 ao Executivo Municipal para que utilizem os pneus em desuso da Prefeitura para a construção de fossas sépticas comunitárias para famílias de baixa renda.

 

“O nosso intuito é resolver um problemas de saúde pública, também com os esgotos à céu aberto nas ruas do município e diminuir o custo com manutenção nas referidas vias beneficiadas”, destacou o parlamentar.

“É comum a utilização no meio rural, onde as pessoas utilizam pneus oriundos dos tratores para construção de fossas sépticas”, finalizou Paixão.

 

Funcionamento

 

Fossa séptica se trata de um sistema de tratamento de esgoto sanitário que ocorre em domicílios; é uma unidade que atua química e fisicamente nos dejetos. Por ser mais utilizada na zona rural (por não ter tratamento de esgoto), a fossa séptica atua purificando a água vinda dos vasos sanitários para ser devolvida ao meio ambiente com o mínimo de impacto ambiental.

 

Primeiramente, os dejetos vindos dos vasos sanitários são depositados em um tanque com aproximadamente 30 metros de distância da residência, constituído por alvenaria, concreto ou outro material que mantenha os aspectos básicos de segurança, longevidade e resistência (no caso da indicação pneus usados) medindo no mínimo 1.250 litros, onde ocorre um processo de decantação, no qual a parte sólida se deposita no fundo para sofrer decomposição por bactérias anaeróbicas. Tal tanque contém uma válvula de escape para que os gases produzidos pelas bactérias no processo de fermentação possam escapar.

 

Conforme a fossa vai enchendo, o líquido ali contido passa através de um cano na parte superior da fossa para a parte inferior do segundo tanque, no qual enche obrigando o líquido a passar por um filtro formado por rochas como cascalho e areia. Após esse processo de filtração, o líquido é depositado em outro tanque denominado de sumidouro onde posteriormente é reutilizado ou devolvido ao meio ambiente. Outros tipos estruturais da fossa séptica ainda incluem mecanismos para adição de reagentes como o cloro, que atua na eliminação de microrganismos tornando a água potável.

 

 Foto: Divulgação

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload