Autor de feminicídio em Enforcados sofria de depressão

30/08/2019

 Casal passou por uma separação difícil no começo do ano | Foto: Divulgação

 

A Polícia Civil deve concluir até o final da próxima semana o inquérito instaurado pela 2ª DP para esclarecer as circunstâncias em que ocorreu o assassinato da dona de casa Alba Vanete Gobbi, 65 anos, no início dessa semana.

Segundo o delegado João Gabriel Pess, que coordena a investigação, estão marcadas para o início da próxima semana as oitivas de um vizinho da vítima e de um filho do autor do crime, Marcio Juliano Fernando dos Reis, 43 anos. "Esse caso é de solução simples para a Polícia, embora envolva uma situação de muita tristeza para as famílias", resumiu o delegado Pess. De acordo com o policial, a investigação ainda aguarda o laudo do Departamento Médico Legal (DML) para poder apurar a quantidade de facadas sofridas por Alba. Segundo informações preliminares da Polícia, os golpes foram desferidos em pelo menos três locais do corpo da vítima, perfazendo cerca de sete perfurações.

 

Depressão pode ter induzido o crime

 

O delegado Pess também revelou que o autor do crime, Marcio Juliano Fernando dos Reis, sofria de depressão, doença que o obrigava a manter tratamento com medicamentos, o que pode ter influenciado para o desfecho trágico do relacionamento com Alba. "Havia um registro de ocorrência de ameaça de Alba contra ele, feito em 4 de julho último. Eles estavam separados havia algum tempo, mas mantinham contato. Um procurava o outro para conversar e nessa oportunidade, ela havia ido até a casa dele na cidade. Discutiram e ele teria dito que a mataria se soubesse que ela estivesse em outro relacionamento. Foi quando ela decidiu registrar a ameaça", contou o delegado.

Embora tenha solicitado medidas protetivas contra Reis, os dois continuavam mantendo contato. Conforme informações da Polícia, no último domingo os dois teriam sido vistos juntos em um almoço comunitário da comunidade de Enforcados. Depois disso, o vizinho que relatou ter visto o casal junto não notou mais nenhum movimento na casa de Alba. A calmaria na residência seguia e na terça-feira o vizinho se aproximou do local e notou que havia uma televisão ligada. O crime só foi descoberto no dia seguinte quando resolveram verificar se estava tudo bem no local, quando os dois corpos foram encontrados. A data exata do assassinato de Alba e do suicídio de Reis será apontado pela necropsia, cujo laudo ainda não foi enviado à 2ª DP.

 

Saiba mais

 

O crime foi descoberto na terça-feira 27/8, na localidade de Enforcados no interior de Cachoeira do Sul. A Polícia Civil foi informada durante começo da tarde de quarta-feira, 28/8 do crime. Chegando ao local, os policiais  encontraram os corpos de Marcio Juliano Fernando dos Reis, 43 anos, e Alba Vanete Gobbi, 65 anos.

 

Segundo informações do Delegado Rodrigo Marquardt Silveira, titular da Delagacia de Pronto Atendimento (DPPA) de Cachoeira do Sul, Reis matou a esposa com golpes de faca e após se enforcou em um galpão nos fundos da residência onde Alba morava e onde os dois moravam quando estavam juntos.

 

 Foto: Magaiver Dias 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload

CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL
(51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
(51) 9-9745-8687
redacao@
portalanoticia.com.br
comercial@portalanoticia.com.br
administrativo@portalanoticia.
com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia