Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Paulo Ribeiro

03/08/2019

Nossa divisão

 

Não costumo atirar pedras em políticos eleitos de forma democrática, embora jamais abra mão de meu senso crítico que por vezes entra em choque inclusive com agentes públicos que com ajuda de meu voto venceram eleições. Observando os limites do respeito, todo cidadão precisa ter o mínimo de informação para poder cobrar de seus políticos, quem não sabe o que ocorre ao seu redor é uma figura passiva de seu próprio tempo.

 

Tem sido muito difícil discutir política nos dias atuais, até aqui não surtiu muito efeito o discurso nacional de "pacificar o Brasil", algumas declarações têm causado grande impacto na ciranda do ódio, aquela que parece se perpetuar até mesmo nas rodas de conversa entre amigos. Mas esqueçam que ignorar a política por nojo lhe dará alguma cota de contribuição com a melhora de nosso mundo, se calar é apenas uma omissão neutra de quem aceita tudo aquilo que não tem funcionado como deveria, jogando o povo à própria sorte.

 

Curiosamente, algumas pessoas não suportam ser contrariadas, e se dizem amantes da democracia que nos rege. Ano que vem teremos eleições municipais, fico a imaginar como estará nosso cenário local, com os candidatos pedindo nossos votos a pretexto de melhorar nossa cidade. Sim, a impressão que nos passam a cada eleição é de que a vida vai melhorar.

 

Uma eleição não deveria ser nenhuma utopia a nos iludir, há décadas as pessoas têm perdido as esperanças por conta de promessas que jamais saíram do papel, apenas foram usadas para dar uma falsa impressão de um novo horizonte e gerar votos de confiança.

 

 Veremos rostos conhecidos na programação do horário eleitoral gratuito novamente com largos sorrisos a convidar: "Vem comigo". Sabe-se lá para onde.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload