Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Azevedo cobra do Estado R$ 590 mil para reforma de UTI do HCB

31/05/2019

O vereador Nelson Azevedo (Cidadania) está cobrando a agilização do repasse de R$ 590 mil, junto ao Governo do Estado, para a reforma da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital de Caridade e Beneficência (HCB) de Cachoeira do Sul.

 

A verba é um recurso proveniente da Consulta Popular 2017/2018, de acordo com o Plano de Trabalho constante do processo nº 18/20000001759-1, destinado a reforma.

 

O convênio nº 039/2018 firmado entre Governo do Estado e HCB estabelecido em 26 de outubro de 2018 e seu período de vigência é de um ano, com a finalidade de dar prosseguimento a liberação da verba por parte do Estado, o que ainda não ocorreu.

 

Atento a situação Azevedo vem trabalhando para que os deputados estaduais gaúchos intercedam para que a liberação aconteça o mais breve possível, “Desde o início de abril estamos trabalhando esta demanda, após uma reunião com o grande conselho do HCB, eles fizeram o contato e a partir dali comecei a trabalhar para a liberação deste recurso. Tanto a Deputada Any Ortiz (Cidadania), quanto o secretário Cláudio Gastal estão empenhados para a liberação do recurso”, destacou o vereador.

 

Está marcada para primeira quinzena de junho uma reunião entre Azevedo e Gastal para apresentação de algumas demandas, e a liberação desta verba também está inclusa, “Vou tentar levar algum membro do Conselho do Hospital para participar da reunião, é de grande importância para a comunidade”, afirmou Azevedo.

 

O que é a Consulta Popular?

 

Desde 1998 o Estado do Rio Grande do Sul instituiu, através da Lei nº 11.179, que a população define diretamente parte dos investimentos e serviços que constarão no orçamento do Estado. Esse processo foi denominado de Consulta Popular.

 

Anualmente o Governo do Estado fixa o valor submetido à deliberação da população. Este valor é distribuído entre as 28 Regiões do Estado, de acordo critérios como a população de cada região e o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (IDESE).

 

Definido o valor para cada região, o governo e os Conselhos Regionais de Desenvolvimento (COREDES) organizam o processo de discussão em Audiências Públicas Regionais, Assembleias Municipais e Fóruns Regionais. Nos encontros, é construída uma cédula de votação regional, que é submetida aos eleitores gaúchos em um dia de votação da Consulta Popular.

 

Importante: Você pode acompanhar o andamento da liberação dos recursos provenientes da consulta popular através do site http://www.consultapopular.rs.gov.br.

 

 Foto: Ascom Câmara

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload