Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Como ficará o cenário cachoeirense em 2020?

26/04/2019

As próximas eleições municipais acontecerão somente em outubro de 2020. Porém, os bastidores da política cachoeirense já estão se aquecendo e preparando seus pré-candidatos para o pleito do ano que vem.

Diversas especulações estão surgindo nas últimas semanas como prováveis candidaturas, mas, no entanto, ainda são poucos os políticos que colocaram seus nomes à disposição dos partidos de forma oficial.

Aos cachoeirenses, resta aguardar para saber quem serão os candidatos a ocupar o alto escalão da administração pública municipal, sucedendo a gestão do atual prefeito Sergio Ghignatti (PDT).

 

Os partidos em Cachoeira do Sul:

 

PSDB - 45

“O nosso pré-candidato é o Leandro Balardin, o maior nome dentro do nosso partido. Além disso, ele já vem trabalhando há tempos para assumir o cargo”, afirma o presidente do PSDB em Cachoeira, Itamar Luz. Se isso se confirmar, esta será a terceira vez que Balardin concorrerá a prefeito.

 

PP – 11

De acordo com André Bessow, presidente do PP em Cachoeira, o diretório do partido será formando na convenção municipal, que ocorrerá em 18 de maio deste ano. Segundo ele, o partido conta com alguns possíveis candidatos para concorrer em 2020.

Nos bastidores da política, os nomes que circulam são do próprio presidente do PP, André Bessow, que atualmente exerce a função de superintendente regional do Incra/RS; Pipa, ex-prefeito eleito por dois mandatos (1997 a 2000 e 2001 a 2004); José Otávio Germano, ex-deputado federal; e Luis Paixão, vereador atuante em seu segundo mandato e único político do partido a manifestar oficialmente, até o momento, seu interesse em concorrer à prefeito em 2020.

 

MDB – 15

O presidente do MDB em Cachoeira, atual vereador Igor Noronha, afirmou que a decisão será tomada em uma reunião com a executiva do partido. Enquanto isso, ele destaca que alguns nomes estão sendo discutidos para serem apresentados em breve. “Já é costume do MDB trabalhar um nome forte na cidade. Como fui o vereador mais votado dentro do partido, e também fui ex-presidente da Câmara no ano anterior, é natural que o meu nome apareça com mais força”, destacou.

 

PSD – 55

Conforme o presidente do PSD em Cachoeira, Luciano Lara, o partido ainda não fechou um consenso sobre o nome que levará à disputa pela Prefeitura. “A nossa intenção é ter um candidato na majoritária, como prefeito ou como vice”, disse.

Pelos bastidores, o nome de Lara já circula extraoficialmente, por sua experiência em cargos na Prefeitura e presidência da Câmara. Em fevereiro deste ano, Lara se desligou da atual gestão municipal de forma conturbada. Ele ocupava o cargo de secretário de Governo e Planejamento, e após desentendimentos com o prefeito Ghignatti, foi exonerado das funções.

 

PRB – 10

Segundo o presidente do PRB em Cachoeira, Oscar Sartorio, o partido só vai tomar uma posição a partir do encontro que acontecerá no final do mês de maio, no evento chamado “Filia 10”. “Com toda a certeza, Cachoeira do Sul terá um candidato. É a convenção que irá definir o nome”, destacou.

No entanto, seu nome aparece como uma das principais opções para concorrer ao cargo máximo no Executivo. Sartorio já concorreu duas vezes a prefeito, e na Câmara, ocupou a cadeira por dois mandatos.

 

Democratas – 25

Carlos Aguiar, atual presidente do Democratas, afirmou que após a convenção local do partido, oportunidade em que foi eleito, decidiu colocar seu nome à disposição do DEM para concorrer a prefeito pela primeira vez. “Já comuniquei oficialmente a Executiva Estadual. Agora, a decisão só depende do partido”, declarou.

 

PSB – 40

De acordo com o presidente do PSB em Cachoeira, Ronaldo Trojahn, a convenção municipal do partido será realizada em junho de 2020. No entanto, ele já destaca a possibilidade do PSB ter candidato próprio nas próximas eleições, além de prováveis coligações.

Como já foi vice-prefeito e também vereador, o partido especula o seu nome para a pré-candidatura. Atualmente, ele ocupa o cargo de secretário municipal do Meio Ambiente, no governo Ghignatti.

 

 

 

 

PTB – 14

O presidente do PTB em Cachoeira, Newton Fortes, afirmou que o partido irá indicar um pré-candidato, mas que “ainda está longe para se ter uma definição”. Segundo ele, a convenção municipal do PTB tem previsão de acontecer até o mês de junho.

“Vamos trabalhar forte um nome. Temos algumas opções para serem avaliadas”, disse. Dentre as possibilidades, surgiram os nomes de Valdocir Marques, vereador há mais de 30 anos; Leidinara Marques, filha de Valdocir; Santo Tavares e Claudio Petrucci.

 

Cidadania – 23

O vereador Azevedo da Susepe, atual presidente do partido em Cachoeira, afirmou que após a mudança da sigla PPS para Cidadania, será realizada uma convenção, em junho deste ano, para formar a Executiva Municipal.

“Posso afirmar que já temos candidato. É uma posição do partido, mas é claro que vamos respeitar a decisão pessoal dele. Contudo, já podemos adiantar que o nosso nome é Hilton De Franceschi”, declarou.

 

PT – 13

Segundo o presidente do PT em Cachoeira, Lucas Steindorff, as decisões são tomadas internamente no partido e ainda não serão divulgadas ao público. “Todos os membros podem ser candidatos. A decisão será discutida em uma convenção, que será realizada mais próxima do pleito, em maio de 2020”, disse.  

Contudo, informações dão conta de que o nome do partido seja Neiron Viegas, ex-prefeito entre 2013 e 2016, e liderança comunitária no interior.

 

PSL – 17

Alexandre Cassol, responsável pelo PSL em Cachoeira, afirmou que a Executiva provisória foi enviada para o diretório estadual, em Porto Alegre. Agora, só falta a assinatura para a homologação, para então se tornar oficial. Segundo ele, a confirmação deve sair até o dia 30 deste mês. No entanto, o cenário já aponta o nome de Celso Lopes com bastante força política e liderança entre os produtores rurais.

 

PDT – 12

Segundo Antônio Vilson, responsável pelo PDT em Cachoeira, em 19 de maio será realizada a convenção do partido, evento que contará com a presença do presidente da comissão provisória, deputado federal Marlon Santos. “A partir daí, a Executiva irá trabalhar possíveis nomes, mas ainda está muito cedo”, disse.

No entanto, já circulam os nomes de Paulão Trevisan, atual secretário do Interior, que já teria colocado seu nome à disposição do PDT; além de Cláudio Tatsch, assessor parlamentar de Marlon Santos, e Daniela Santos, atual vereadora e irmã do deputado.

 

Solidariedade – 77

Conforme o presidente Adão Steindorff, a decisão será discutida dentro do partido em uma convenção, ainda sem data prevista. Ele adianta que ainda não se tem um nome provável para as eleições. Porém, nos bastidores, especula-se Luis Fernando Godoi, empresário cachoeirense que já foi vereador no Município.

 

Importante >> A Redação do Jornal A Notícia tentou entrar em contato com o Partido Novo, mas não foi atendido em suas ligações.

 

 Foto: Arquivo AN

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload