Afubra comemora arrecadação de óleo saturado

26/04/2019

Em 10 anos de funcionamento, o projeto Verde é Vida, idealizado pela Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), já arrecadou 1.018.894 de litros de óleo saturado, recolhidos em 582 entidades de 109 municípios da região sul do País.

 

Nesta segunda-feira, 22, foi realizada na sede da loja de implementos agrícolas da Afubra de Cachoeira do Sul, localizada na Avenida Marcelo Gama, a premiação das escolas campeãs em arrecadação.

 

Em 2018, foram recolhidos no município mais de 90 mil litros de óleo. O Colégio Ulbra São Pedro foi o segundo colocado na classificação geral de 2018, com 3.450 litros arrecadados. Já o primeiro lugar ficou com a Associação Diocesana de Santa Cruz (Asdisc), da cidade de Santa Cruz do Sul, com 4.004 litros. “O nosso trabalho é sempre voltado à conscientização. Para esse projeto, contamos com o apoio de toda a comunidade escolar. A grande família Ulbra conta com a colaboração de todos do ambiente escolar, professores, funcionários e familiares. Segundo a Afubra, o óleo é 100% reaproveitado, tanto na indústria cosmética como em biodisel. Isso nos orgulha muito, porque todo aquele óleo não vai mais agredir ao meio ambiente”, destaca Fabiane Bulsing, diretora do Colégio São Pedro.

 

O Programa

 

Por meio de parceria com escolas e instituições dos três Estados do Sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), o Programa recolhe o óleo saturado e o transforma em biodiesel. Em contrapartida, os parceiros recebem R$ 0,50 por litro coletado, cujo valor, ao fim de cada ano, pode ser trocado por mercadorias nas lojas da Agro-Comercial Afubra. A escola ou instituição parceira é responsável por recolher o óleo, filtrar e acondicionar em garrafas pet.

Após contato com a filial da Afubra da região mais próxima, é realizada a coleta e o envio para a Usina de Biodiesel da Afubra, localizada no Parque da Expoagro Afubra, em Rio Pardo/RS. Lá, o óleo é reciclado e convertido em biodiesel. De um litro de óleo é possível converter 90% em biodiesel, que passa a ser usado nos veículos da Afubra.

 

No processo de reciclagem, os resíduos (farinhas e restos que ficam dentro do óleo) são destinados para uma empresa especializada e licenciada, que os transforma em matéria prima para rações. As garrafas pet são doadas para a Cooperativa de Catadores de Rio Pardo. Ou seja, desde a coleta do óleo nas residências, até o fim do processo, tudo conta com um destino correto, contribuindo com a diminuição dos impactos ambientais.

 

Conheça o Verde é Vida

 

A Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) atua nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná desde 1955. O principal propósito da entidade é oferecer aos associados o auxílio mútuo que protege as lavouras de tabaco das intempéries de granizo. A cultura é produzida em regiões com propriedades pequenas, muitas vezes, com a topografia acidentada. Além disso, anos atrás, o acesso à tecnologia era escasso, tornando comum o uso inadequado dos recursos naturais (manejo incorreto do solo e da água, lixo e dejetos de animais, falta de reflorestamento e conservação das matas).

 

Ao perceber esse problema, a Afubra começou a trabalhar as primeiras campanhas de educação ambiental, em 1986, com a distribuição de mudas nativas, sensibilizando as comunidades da necessidade de preservação da natureza. Esses passos iniciais tornaram as campanhas de educação ambiental no Projeto Verde é Vida, que já tem 26 anos de trajetória.

 

Dessa forma, o objetivo do projeto é desenvolver a educação socioambiental, visando à preservação do ambiente, educação no meio rural, sustentabilidade, diversificação e a valorização dos agricultores. O trabalho é realizado com palestras, pesquisa, experiências, programas de sensibilização ambiental (PSA) e de ação socioambiental (PASA), Coleta de Óleo Saturado, bolsa de sementes, grupos ambientais, trabalhos científicos, distribuição de mudas e material didático pedagógico. O Projeto Verde é Vida trabalha em parceria com municípios, escolas, alunos, professores e a comunidade escolar.

 

Verde é Vida em números

 

- 4,8 milhões de mudas de árvores distribuídas gratuitamente às escolas e projetos ambientais;

- 85 mil livros da Série Ecologia entregues às escolas e parceiros;

- 550 mil cadernos de exercícios da Série Ecologia, disponibilizados aos participantes do projeto;

- 292 municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná são parceiros do projeto a participam do PSA, PASA e Programa de Coleta de Óleo Saturado;

- 3 milhões de material didático e pedagógico distribuídos (cartilhas, livros, manuais, cadernos, réguas, etc.);

- 266 mil professores e alunos atendidos pelo Projeto Verde é Vida.

 

Porque é importante reciclar o óleo residual de fritura?

 

Ao ser jogado no esgoto, o óleo de fritura causa o entupimento de tubulações, ocasionando alagamentos. Além disso, necessita de utilização de produtos químicos para a limpeza de tubulações.

O óleo também atrai pragas urbanas, impede a oxigenação da água, causando a morte da vida aquática, e causa a impermeabilização da água do solo.

 

 Foto: Magaiver Dias | Jornal A Notícia

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload

CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL
(51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
(51) 9-9745-8687
redacao@
portalanoticia.com.br
comercial@portalanoticia.com.br
administrativo@portalanoticia.
com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia