Rua Saldanha Marinho, 1365, Bairro Centro - Cachoeira do Sul - RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 99908-6864
Comercial: comercial.portalanoticia@gmail.com
Redação: redacao.portalanoticia@gmail.com
Administrativo: adm.portalanoticia@gmail.com
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Gasolina: preço no país vai ao maior nível desde novembro de 2018

01/04/2019

O preço da gasolina nas refinarias da Petrobras é o mais alto desde o começo de novembro de 2018. O último reajuste, no dia 16 de março, foi de 1,5% e fez o valor do litro do combustível chegar a R$ 1,8326. A alta nas refinarias se reflete nas bombas — e no bolso — dos postos brasileiros. Levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), feito de 24 a 30 de março, mostrava que o preço médio do litro de gasolina no país era R$ 4,362, o mais caro em quatro meses.

 

Quem abastece o carro em grandes cidades brasileiras pode pagar muito acima do valor médio. A pesquisa da ANP mostra que, no Rio de Janeiro, o litro custa, na média, R$ 4,755. Em Belo Horizonte, o preço do litro gira em torno de R$ 4,567; em Salvador, R$ 4,557; e em Porto Alegre, R$ 4,562 (veja abaixo o preço por estado). São Paulo é uma das poucas capitais com gasolina mais barata do que a média nacional: R$ 4,095 o litro.

 

Se continuar em alta, a gasolina deve pressionar a inflação. O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas tem cálculos que mostram que cada ponto percentual de subida no preço da gasolina reflete em um acréscimo de 0,04% a mais no IPCA, índice que mede a inflação oficial.
 

Fonte: Portal R7

 Foto: Divulgação

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload