Rossetto encarna papel de principal opositor de Sartori

11/12/2017

| Por:

 

  Escolhido por aclamação pelo diretório estadual para representar o PT na eleição para o governo do Estado em 2018, Miguel Rossetto vai para a campanha disposto a encarnar o papel de opositor do governador José Ivo Sartori e das políticas dos governos do PMDB. Não por acaso, a primeira  frase sobre qual será o fio condutor de seu discurso refere-se à necessidade de mudar o foco do ajuste fiscal:

– Antes de tudo, precisamos impedir a condenação fiscal pelos próximos 30 anos.

O futuro candidato petista refere-se ao regime de recuperação fiscal, a que Sartori quer aderir para suspender o pagamento da dívida por três anos e poder tomar novos empréstimos.

– Aderir a esse regime significa entregar o comando do Estado a uma troica do Ministério da Fazenda. Se o Estado fizer isso, o próximo governador ficará de mãos amarradas.

Qual seria, então, a saída? Rossetto, que foi vice de Olívio Dutra e ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff,  defende o estímulo ao crescimento da economia e um encontro de contas com o governo federal, por entender que os créditos pelo que o Estado deixou de arrecadar com a Lei Kandir superam o que deve.

O ex-vice-governador diz que não tem nenhum problema em discutir o tema da corrupção, apesar de tantos companheiros terem sido condenados:

– Vamos mostrar que Lula foi condenado sem provas e que foi nos governos dele e de Dilma que se criaram os mecanismos legais que estão permitindo o combate à corrupção sistêmica no país. 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload

CACHOEIRA DO SUL | RS | BRASIL
(51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
(51) 9-9745-8687
redacao@
portalanoticia.com.br
comercial@portalanoticia.com.br
administrativo@portalanoticia.
com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia