Cachoeira do Sul/RS
Telefone: (51) 3724-4368 | (51) 3724-4378
WhatsApp: (51) 9-9745-8687
Comercial: comercial@portalanoticia.com.br
Redação: redacao@
portalanoticia.com.br
Administrativo: administrativo@
portalanoticia.com.br
/JORNALAN

© 2019 - Direitos reservados - Jornal A Notícia - Magaiver Dias

Caxias do Sul está entre as cogitadas para receber novo presídio

11/11/2017

Casa será construída com recursos federais e terá em torno de 400 vagas

 

  A impossibilidade de ser construída uma casa prisional em Osório, no Litoral Norte, abre a possibilidade para um terceiro presídio em Caxias do Sul. O município está entre os cogitados pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) para receber o projeto com recurso federal. O interesse da cidade pode ser decisivo neste processo de escolha.

  As informações foram confirmadas pela superintendente Marli Ane Stock. Ela afirma que a Susepe procura o local mais propício para a receber a nova casa prisional. A estrutura será construída com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e terá em torno de 400 vagas. Caxias do Sul tem a vantagem de já possuir um terreno já disponível, ao lado da atual Penitenciária Estadual, no distrito do Apanhador.

 

— Estamos conversando, avaliando locais e Caxias está entre as cogitadas. Depende muito da discussão com as prefeituras e comunidades. É um conjunto de esforços. Onde funcionar, certamente será o município escolhido — comenta Marli.

Apesar do interesse em buscar uma definição breve e apresentar o novo projeto ao Depen, a Susepe evita falar em prazos. A tendência é que a decisão ocorra no início do ano que vem. Desta forma, o novo presídio poderia ser entregue ainda em 2019.

  Sem vagas, Caxias está em risco de ter presos em delegacias

Caxias do Sul conta com duas casas prisionais: o Presídio Regional, na BR-116, e a Penitenciária Estadual no Apanhador, que abrigam, juntos, 1.152 presos num espaço idealizado para 658 pessoas.

    Ambas as unidades, no entanto, possuem determinações judiciais que limitam o número de apenados para evitar a superlotação — cada cela pode receber, no máximo, o dobro de presos em relação ao número original de camas.

Desta forma, o risco de novos presos serem mantidos em delegacias enquanto aguardam abertura vagas, como ocorre na Região Metropolitana, é iminente. De acordo com a 7ª Delegacia Penitenciária Regional (7ª DPR), restam em torno de 20 vagas no município. Por isso, a Câmara de Vereadores já está mobilizada pelo aumento do numero de vagas.

 

— O momento é favorável. Temos uma área destinada, que geralmente é o principal empecilho. Caxias está pronta para dar este andamento — exalta a vereadora Paula Ióris (PSDB), presidente da Comissão Especial para o Enfrentamento da Violência no Legislativo.

O secretário municipal de Segurança Pública, José Francisco Mallmann, também se mostra favorável à ideia. No entanto, ele ressalta que as informações são muito recentes e que é necessário haver um debate interno.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

1/2
Please reload